Dicas

A saúde mental das crianças e a interação social na pandemia

Por 10 de outubro de 2020outubro 14th, 2020Sem comentários

Como a pandemia afeta a saúde mental das crianças

 

Outubro é o mês das crianças e hoje, no Dia Mundial da Saúde Mental, chamamos atenção para um tema que precisa ser falado: a saúde mental dos pequenos.

Se o atual momento de pandemia do coronavírus está sendo difícil e estressante para os adultos, a situação pode ser ainda mais crítica para crianças e adolescentes, devido ao sistema cognitivo e emocional deles não estarem plenamente desenvolvido.

Mas, a maneira pela qual esses pequenos enfrentarão o problema dependerá, principalmente, da conduta dos pais e adultos próximos.

Alguns impactos do isolamento social entre as crianças:

– Alteração do sono
– Sinais de ansiedade
– Emoções a flor da pele
– Estresse e irritabilidade

Tecnologia: vilã ou aliada?

O aumento da proximidade com as redes  sociais, plataformas digitais de ensino e jogos eletrônicos é um fator inevitável, uma vez que até as atividades escolares acontecem de forma digital. O segredo está no equilíbrio! Os papais precisam que a criança entenda que:
– Ela não está de férias e precisa de uma rotina para seguir!

Papais e mamães, confiram algumas dicas do nosso psicólogo Daivison Tavares:

Planejem brincadeiras criativas e atividades que estimulem a interação social, o convívio familiar e reforço de habilidades cognitivas, como:

– Jogos de tabuleiro
– Construção de brinquedos artesanais
– Leitura prazerosa
– Cozinhar em família
– Atividades ao ar livre (sempre com máscara)

As tecnologias da informação são aliadas importantes de interação social, principalmente nos tempos atuais, porém o tempo que é dispensado para as mesmas não pode ser excessivo, para não  comprometer a saúde mental. Lembrando que, em caso de necessidade, o profissional da saúde deve ser sempre consultado.

Roda de conversa: Como anda a saúde emocional do colaborador durante a pandemia?

Cuidando da saúde mental em tempos de Coronavírus (COVID-19)