Notícias

Atenção domiciliar: Os desafios da TI durante a pandemia

Por 19 de maio de 2020Sem comentários
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E OS DESAFIOS DURANTE A PANDEMIA

Coordenador de TI, Jonathas Lopes, vem ajudando a Equipe Multidisciplinar no enfrentamento da COVID-19.

A pandemia do novo coronavírus tem provocado grandes mudanças operacionais e de gestão em muitas empresas e instituições, especialmente as da área da saúde. Com o Saúde & Suporte Home Care não é diferente. E, diante de um cenário de tantas adaptações, a tecnologia tem sido um forte aliado na busca por soluções para as mais diversas situações encontradas na atenção domiciliar.

Apesar de o profissional da Tecnologia da Informação (TI) não ser linha de frente no cuidado ao paciente, ele vem sendo fundamental para o funcionamento dessa engrenagem chamada Equipe Multidisciplinar, ainda mais com a implantação do trabalho remoto (home office) na área administrativa, com a intenção de evitar aglomerações de colaboradores na base do home care.

“Com o distanciamento social, nosso maior desafio é fazer com que nossos processos sejam cada vez mais ágeis e nossa comunicação eficiente diante das adversidades”, explica Jonathas Lopes, Coordenador de TI do Saúde & Suporte.

Segundo ele, com a redução das visitas físicas de acompanhamento por parte dos profissionais da equipe multidisciplinar, a TI voltou a atenção ao telemonitoramento. Destacamos abaixo dois dos principais reforços na atuação do setor durante a COVID-19:

  1. Investimos em um link de internet dedicado, ou seja, o provedor fornece uma banda-larga não compartilhada, voltada apenas à nossa empresa, nos dando assim um melhor desempenho e estabilidade na conexão, seja para manter servidores, sistemas de gestão ou até mesmo para as reuniões realizadas através de videoconferências;
  2. Adotamos a utilização de sistemas em nuvem, garantido o acesso às informações de forma segura em qualquer lugar e a qualquer hora;

Jonathas, que vem trabalhado remotamente durante o período da pandemia, destaca que a transformação tecnológica é um caminho sem voltas na área da saúde e o coronavírus apensas acelerou esse processo.

“As transformações são inúmeras, temos que nos adequar e até mesmo nos antecipar a elas. A capacidade de nos adaptarmos de maneira rápida e consistente é que vai nos dizer o quão longe chegaremos”, diz.

“Algumas inovações tecnológicas como Impressão 3D para fabricação de máscaras, sensores, GPS, monitoramento remoto, Inteligência Artificial para análises de imagens de câmera e identificar o padrão de temperatura corporal, BIGDATE, dentre outras, têm se mostrado de grande utilidade em meio a crise, principalmente no setor da saúde. Esses são apenas alguns dos vários casos de aplicação da tecnologia como solução no Brasil e no mundo”, afirma.

Sem dúvidas, um ótimo exemplo de como o profissional da Tecnologia da Informação vai muito além do que aquela figura que conserta impressora e configura o wi-fi da empresa.

LEIA MAIS

Como evitar a transmissão do coronavírus através de prontuários de pacientes

Enfermagem na linha de frente contra o coronavírus (COVID-19)

Máscara facial: tipos e cuidados para prevenção ao COVID-19